Categorias
SEO

As principais plataformas de comércio eletrônico do Brasil em 2020

Está cada vez mais acessível iniciar uma loja virtual no Brasil atualmente. E a boa notícia é que não é necessário tanto conhecimento técnico quanto antes, alem em poder gastar menos.

Existem muitas plataformas excelentes de loja virtual no Brasil que facilitam a configuração de uma loja, listam seus produtos, processam pagamentos, gerenciam seu inventário e muitas incluem recursos de marketing, como email marketing, integração com redes sociais para ajudá-lo a crescer.

Crescimento do comércio eletrônico no Brasil em 2019

O portal E-Commerce Brasil informa: o comércio eletrônico deve atingir um volume de vendas de R$ 79,9 bilhões em 2019. Seria um crescimento de 16% quando comparado com o resultado atingido em 2018 pelas lojas virtuais do Brasil, sendo o maior avanço anual verificado desde 2015.

Segundo a ABComm, o comércio eletrônico deve registar um tíquete médio de R$ 301, com um total de 265 milhões de pedidos efetuados pelos consumidores até o fim deste ano. O número de lojas virtuais deve totalizar 87 mil. E a participação de pequenas e médias empresas, e dos marketplaces aumenta.

Se você planeja ter uma loja virtual em 2020 ou quer que a sua cresça nesse ano, uma das coisas que você deve levar em consideração é a escolha da plataforma. A ferramenta que é a base para o seu ecommerce existir e funcionar.

Entre em contato para um
orçamento de SEO para Lojas Virtuais

Aumente o seu posicionamento nas buscas orgânicas, chegue a clientes realmente interessados no que você vende. Eu tenho experiência em auditorias e otimização de lojas virtuais para o Google.

Plataformas de comércio eletrônico líderes no Brasil

Segundo o site de estatísticas de ferramentas utilizadas na internet Builtwith, dos 151,646 sites de lojas virtuais identificados, existe uma diversidade bem grande de soluções a partir do 2º colocado. A Loja Integrada reina soberana, com mais de 24 mil lojas ativas. Sem dúvida isso deve-se não só a qualidade e facilidade da plataforma, mas também por sua estratégia agressiva de preços e loja gratuita.

PlataformaNº de lojas
Loja Integrada24.300
OpenCart10.746
Shopify8.405
Magento7.970
WooCommerce Checkout7.961
Nuvem Shop7.952
Tray Commerce7.496
Ecwid6.540
Wobiz5.217
Xtech Commerce3.984
PrestaShop3.088
BigCommerce1.925

Devo escolher a plataforma mais popular?

A popularidade não é tudo – apenas porque uma solução de comércio eletrônico é popular, não significa que é a melhor plataforma de comércio eletrônico para o seu negócio em particular. 

Mas, usar uma solução popular tem suas vantagens. Primeiro, geralmente significa que há uma extensa comunidade de usuários e desenvolvedores criando plugins, temas e ferramentas de marketing. 

Também é uma aposta segura que a plataforma continuará progredindo adicionando novos recursos e é improvável que seja interrompida em breve. Isso é importante porque alterar o software que executa o site de comércio eletrônico depois de adicionar centenas de produtos pode ser um aborrecimento caro e demorado.

Principais plataformas de loja virtual para 2020

WooCommerce

Lançado em 2011 pela WooThemes, o WooCommerce rapidamente ganhou destaque como a solução de ecommerce para sites WordPress. Se você não usa o WordPress, não pode usá-lo – o WooCommerce é um plugin que funciona sobre o WordPress. O WooCommerce também é um projeto de código aberto. Em maio de 2015, o  WooThemes  e o WooCommerce foram adquiridos pela Automattic, a empresa por trás do WordPress.com. O WooCommerce agora possui 1,5 milhão de lojas online ativas.

SEO para lojas virtuais WooCommerce

Uma das melhores características do Woocommerce é sua integração com o WordPress, permitindo que todos os recursos de SEO possam ser implementados, integrando conteúdo e produtos.

A popularidade do WooCommerce é devido a muitos fatores, mas se você já usa o WordPress, provavelmente não há uma maneira mais fácil ou menos dispendiosa de criar um carrinho de compras on-line, páginas de produtos, páginas de check-out etc. Basicamente, se você pode usar o WordPress, você pode usar o WooCommerce e a interface parecerá confortável e familiar para você.

Embora o WooCommerce seja tecnicamente uma plataforma de comércio eletrônico gratuita, que pode parecer bastante para pequenas empresas com um orçamento limitado, você deve estar ciente de que muitos dos recursos de comércio eletrônico mais avançados que você vê, como filtros de produtos sofisticados, captura de abandono de carrinho de compras e algumas seo e recursos de mídia social provavelmente exigirão alguns plug-ins pagos do WordPress. 

Em outras palavras, para entender o verdadeiro custo de propriedade e operação de uma loja WooCommerce, você deve descobrir qual funcionalidade deseja que sua loja tenha e depois descobrir quanto esses plugins custarão. Em seguida, adicione suas despesas de hospedagem na web (que incluem a maioria das outras soluções de comércio eletrônico listadas aqui) e você deverá ter uma imagem muito mais precisa do custo total de propriedade.

Preço do Woocommerce

O plug-in do WooCommerce é gratuito para baixar e usar. As extensões são extras e geralmente são uma assinatura mensal ou anual.

Pontos positivos

  • É grátis.  O plug-in WooCommerce é gratuito para download no diretório oficial do WordPress Plugin.
  • Fonte flexível e aberta.  Como o Magento, o WooCommerce tem uma grande comunidade de desenvolvedores e agências que criam extensões.
  • Grande número de extensões.  Se houver algum tipo de recurso ou funcionalidade que você deseja adicionar à sua loja online, há uma extensão que você pode comprar de um desenvolvedor ou mercado de extensões do WooCommerce.
  • Fácil configuração.  É muito mais fácil instalar e operar uma loja on-line – e com menos custos administrativos – do que o Magento ou Prestashop.
  • Fácil de personalizar. O WooCommerce foi projetado para funcionar com qualquer tema do WordPress, dos quais existem milhares ou opções gratuitas e pagas.
  • Ideal para marketing de conteúdo.  Como é construído no WordPress, você pode aproveitar suas ferramentas de blog personalizáveis ​​para comercializar e construir sua marca.
  • Funciona com WordPress.  Qualquer pessoa que use o WordPress pode facilmente usar o Woo.
  • Muitas opções de pagamento disponíveis. Todo mundo quer oferecer suporte à solução de comércio eletrônico mais popular do mundo, para que você não tenha problemas para encontrar soluções de gateway de pagamento compatíveis.

Pontos negativos

  • Pode ficar caro.  Quanto mais extensões você adicionar à sua loja, mais você pagará mensalmente em taxas de licenciamento.
  • Não vem com hospedagem na web.  Você precisará cuidar da instalação, hospedagem e manutenção. 
  • Não é fácil de personalizar para novos usuários.  Embora as personalizações básicas sejam bastante fáceis, se você quiser alterar a aparência da sua loja online, poderá ser necessário contratar um desenvolvedor.
  • É gratuito, portanto não há muito suporte ao cliente.  O WooCommerce é gratuito, o que significa que eles não podem fornecer suporte ao cliente para milhões de empresas usando seu software. No entanto, como a comunidade é muito grande, é provável que seu problema já tenha sido descoberto e resolvido no StackOverflow ou em sites semelhantes.

Woocommerce é bom para lojas virtuais?

Se você já usa o WordPress, sem dúvida já ouviu falar sobre o WooCommerce e pode até ter tentado. É fácil instalar o plug-in e uma loja em funcionamento, se você deseja executar uma loja pequena ou uma loja grande e complexa. Se você deseja personalizar sua loja, provavelmente encontrará um plugin existente para adicionar esses recursos.

Get Commerce

Plataforma nacional desenvolvida por uma startup do RS, a Get Commerce oferece soluções em loja virtual de alta qualidade. A sua proposta não é ser como uma loja alugada comum, mas ajudar o empreendedor a levar seu negócio à frente.

Um dos focos da plataforma para se diferenciar num mercado tão variado e competitivo são nas personalizações opcionais. Nesta plataforma alugada você não precisa preocupar-se necessariamente em contar com um programador ou um servidor específico, já que ela cuida da parte técnica.

Preço

A mensalidade da Get Commerce vai de R$ 247 a R$ 347 mensais.

As extensões e módulos de integração tem preços variados.

Pontos positivos

  • Muitas integrações. A plataforma tem muitas integrações com diversos meios de pagamento, correios, transportadoras, ERPs, CRMs, ferramentas de controle, gerenciamento e marketing.
  • Redes sociais. Um dos pontos fortes é na integração com redes sociais. Lojas virtuais que utilizam Facebook e Instagram como forma de capturar clientes já podem integrar a loja com essas redes facilmente.
  • Suporte. O atendimento é muito ágil e faz o possível para auxiliar o logista para fazer o negócio ir para a frente. Conta também com uma série de parceiros que oferecem serviços variados de SEO, anúncios, marketing, etc.

Pontos negativos

  • Custo das integrações. Por vezes algumas integrações tem um custo separado que alguns empreendedores podem considerar elevado.
  • Falta de temas. Um recurso que muitos empreendedores já estão acostumados, comprar temas para personalizar o design da loja, não está presente, já que a plataforma optou por oferecer uma série de templates personalizáveis para escolher.

Get Commerce vale a pena?

Se você utiliza ou já utilizou plataformas mais tradicionais no mercado brasileiro e não está satisfeito, apostar numa plataforma relativamente nova pode ser uma boa ideia.

Shopify

O Shopify começou quase uma década atrás como uma loja online de equipamentos de snowboard. Insatisfeito com o software de comércio eletrônico existente no mercado, um dos fundadores, um programador de computadores, decidiu criar o seu. A popular plataforma de comércio eletrônico agora abastece 500.000 lojas on-line e lida com um volume total bruto de mercadorias superior a US $ 40 bilhões. A empresa quase dobrou a receita anual todos os anos desde 2013, o que mostra a rapidez com que o Shopify está crescendo.

Quando sua loja on-line se tornar mais popular, você poderá se interessar pelo Shopify Plus, que é a solução de comércio eletrônico da empresa. A administração de uma loja de comércio eletrônico bem-sucedida traz alguns desafios logísticos exclusivos e o Shopify Plus possui recursos direcionados especificamente para essas lojas de alto volume.

Preço do Shopify

O pacote Básico do Shopify custa US $ 29, enquanto o pacote Advanced Shopify custa US $ 299. Existem taxas adicionais para cartões de crédito e transações.

Pontos positivos

  • Mais de 100 modelos de lojas. A Theme Store da Shopify apresenta temas gratuitos e pagos projetados profissionalmente em diferentes setores, que você pode personalizar para se adequar à sua marca.
  • Extensível e rico em recursos.  Há uma grande App Store, na qual você pode escolher entre mais de 1400 aplicativos diferentes para personalizar a funcionalidade da sua loja.
  • Suporte 24/7.  Se você estiver configurando uma loja on-line pela primeira vez ou geralmente precisar de ajuda com alguma coisa técnica, esse é um recurso que você precisará. O Shopify fornece suporte por telefone, bate-papo ao vivo e suporte por email.
  • Está hospedado. O Shopify é um SaaS (software como serviço), para que você não precise se preocupar com coisas como hospedagem ou manutenção.

Pontos negativos

  • Taxas de transação para cada venda.  Além da taxa de serviço mensal, o Shopify cobra taxas de transação de 0,5% a 2% por seus planos, a menos que você esteja usando o Shopify Payments, caso em que todas as taxas de transação são removidas.
  • Os custos mensais são adicionados aos aplicativos.  Embora muitos aplicativos sejam gratuitos, alguns cobram até US $ 49 por mês, o que aumenta rapidamente.
  • Você precisa conhecer Liquid. O Shopify usa sua própria linguagem de modelos, o que significa que, se você deseja contratar alguém para fazer modificações rapidamente, eles precisam ser um especialista do Shopify.

Shopify é bom?

Se o seu principal objetivo é colocar uma loja on-line em funcionamento o mais rápido possível para uma empresa de pequeno e médio porte, uma solução totalmente hospedada como o Shopify é para você. É fácil de configurar e, se você tiver algum problema, o suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, é conveniente. No geral, o Shopify pode ajudá-lo a economizar tempo, se você não é conhecedor de tecnologia, para se concentrar em outros aspectos importantes do seu negócio.

Magento

Magento foi originalmente lançado em 2008 e agora pertence ao grupo eBay. A plataforma, baseada em PHP, alimenta mais de 250.000 comerciantes em todo o mundo, movimentando US $ 100 bilhões em volume bruto de mercadorias a cada ano.

Devido à sua natureza de código aberto , ele possui uma comunidade ativa de 150.000 desenvolvedores que contribuem para melhorar a plataforma e criar extensões.

A plataforma Magendo tem diversas opções de configuração, justamente por isso é importante contratar um consultor para fazer o SEO para Magento, evitando erros técnicos e de conteúdo.

Preço do Magento

O Magento Community Edition (CE) é gratuito para pequenas e médias empresas, e o Magento Enterprise Edition (EE) é de US $ 18.000.

Extensões e Temas premium custam valores variados que vão de 49 a 400 dólares.

Pontos positivos

  • Fonte flexível e aberta. O Magento tem uma enorme comunidade de mais de 150.000 desenvolvedores e especialistas à sua disposição que trabalham no software e nas extensões principais.
  • Propriedade do software.  Comparado ao SaaS (software como serviço), quando você usa o Magento, você tem propriedade e acesso à hospedagem.
  • Grande número de extensões.  Se houver algum tipo de funcionalidade que você deseja adicionar à sua loja, sem dúvida já existe como uma extensão que você pode comprar em um mercado de extensões Magento.
  • Rico em recursos.  Você pode administrar várias lojas para diferentes países, segmentar mercados e marcas com diferentes preços, conteúdo e sistemas de pagamento a partir de uma única instalação do Magento.
  • Versão comunitária gratuita.  O Magento Community Edition (CE) é gratuito para pequenas e médias empresas.

Pontos negativos

  • Difícil e demorado de personalizar.  Há uma curva de aprendizado acentuada que vem com o uso do Magento. Embora seja extremamente personalizável, usuários não técnicos precisarão da ajuda de um desenvolvedor.
  • Caro para configurar e manter. O Magento é muito mais caro do que as plataformas concorrentes de comércio eletrônico.
  • Precisa comprar hospedagem.  Hospedar é um custo adicional.

Magento é bom?

Há uma razão pela qual muitas grandes marcas como Nike, Ford e Samsung usam o Magento – é confiável e escalável. Embora US $ 18.000 possam não parecer muito para as empresas com dinheiro para gastar, empresas de pequeno e médio porte zombam do alto custo de instalação, portanto, esses tipos de empresas devem testar a versão CE primeiro. No entanto, a plataforma é adequada para grandes empresas que precisam de software em nível empresarial e têm o prazer de pagar pelo desenvolvimento de sites.

BigCommerce

O BigCommerce começou em 2009, por isso é um participante relativamente novo no espaço de comércio eletrônico. Embora eles não participem disso há muito tempo e isso possa ser visto como uma desvantagem, sua chegada tardia significa que eles foram capazes de analisar as necessidades das empresas de comércio eletrônico para poder resolver muitos dos maiores problemas que os donos de lojas estavam enfrentando. para gerenciar seus negócios on-line no dia-a-dia.

Preço do BigCommerce

O BigCommerce começa em 29,95 dólares por mês.

Pontos positivos

  • Muitos recursos avançados. Mesmo em planos de nível básico, você terá acesso a recursos avançados que não encontrará na maioria das outras soluções.
  • Fácil de usar.  O BigCommerce foi desenvolvido desde o início para ser fácil de usar. Eles usaram sua entrada tardia no mercado de comércio eletrônico para criar usabilidade superior.
  • Vender em todos os lugares. Com o BigCommerce, você poderá listar facilmente seus produtos no Ebay, Google Shopping, Amazon, Facebook e Instagram. As lojas da B2C, em particular, devem estar interessadas em sua profunda integração com as mídias sociais.

Pontos negativos

  • Ainda pouco popular no Brasil. Logo, é possível que seja um pouco difícil achar fornecedores qualificados para personalizações e suporte em português.
  • Falta de opções de integração e gateways de pagamento no Brasil. Isso se deve a sua pouca presença no país, mas esperamos que isso vá mudando em breve.
  • Menos popular do que algumas outras soluções. O BigCommerce não tem a participação de mercado do WooCommerce e Shopify, então você encontrará uma comunidade menor. Isso significa menos temas e extensões de terceiros.

BigCommerce é bom para loja virtual?

Apesar de já ter uma popularidade nos EUA, o BigCommerce ainda está iniciando no Brasil. Mas, devido a sua qualidade, eu resolvi inserir ele nesta lista para que os empreendedores que querem abrir uma loja virtual ou migrar de plataforma possam contar com essa opção.

O BigCommerce é muito semelhante ao Shopify – ambos oferecem uma solução hospedada de comércio eletrônico, para que você não precise se preocupar com taxas adicionais de hospedagem na web (como faria com o Magento ou o WooCommerce). Ambos se concentram em facilitar o início e o crescimento de sua loja. Se você está interessado no Shopify, compare-o definitivamente com o BigCommerce. Só porque o BigCommerce é o concorrente menor e promissor, não significa que eles devam ser dispensados ​​ou ignorados.

PrestaShop

O PrestaShop é uma plataforma de comércio eletrônico gratuita e de código aberto, que começou como um projeto para estudantes em Paris em 2005. Atualmente, é usada por 250.000 lojas on-line em todo o mundo e em 0,5% de todos os sites. O PrestaShop está disponível como duas opções gratuitas: totalmente hospedado na nuvem ou auto-hospedado, oferecendo controle técnico total da sua loja.

Preço do Prestashop

O PrestaShop é gratuito para baixar e usar. Extensões custam extra.

Pontos positivos

  • Fácil de instalar e configurar.  Tudo que você precisa fazer é baixar o software e enviá-lo para o seu host. O PrestaShop também vem com um painel de fácil utilização que fornece uma visão geral rápida das estatísticas da sua loja.
  • Disponível em 60 idiomas.  Suporta totalmente inglês e francês.
  • Centenas de complementos.  O mercado oficial da PrestaShop apresenta 35000 módulos e temas para aprimorar sua experiência na loja online.
  • Comunidade e apoio. O PrestaShop possui uma comunidade de usuários ativa. Se você precisar de ajuda técnica, existem perguntas frequentes, um guia do usuário on-line e um fórum.
  • É grátis.  E não há taxas mensais ou de transação.

Pontos negativos

  • Os complementos são caros.  Adicionar um punhado de complementos para a funcionalidade básica pode custar centenas, senão milhares de dólares.
  • Não é muito escalável.  Se você está procurando uma plataforma para um grande negócio, procure outro lugar.
  • O suporte especializado é um complemento pago.  Se você precisar de ajuda para configurar sua loja ou diagnosticar problemas técnicos, precisará pagar pelo suporte (o Basic Support Easy Plan custa US $ 279,99 por mês) ou tentar a sorte nos fóruns da PrestaShop.
  • Não é tão esperto quanto os concorrentes.  O tema padrão e os recursos básicos, como estatísticas, não são tão refinados quanto outras plataformas de comércio eletrônico.

PrestaShop é bom para lojas virtuais?

O PrestaShop é uma plataforma popular com uma comunidade altamente ativa de desenvolvedores. Embora tenha suas quedas, quando comparado a outras soluções de comércio eletrônico, ele se destaca fortemente em termos de SEO, segurança, flexibilidade e baixos custos de inicialização. No geral, o Prestashop é mais adequado para aqueles com conhecimento técnico na criação de um site e para pequenas e médias empresas que têm dinheiro e recursos para contratar desenvolvedores para colocar sua loja em funcionamento.

Opencart

O OpenCart começou como uma ferramenta de comércio eletrônico baseada em Perl em 1998, antes que o domínio expirasse em 2005 e o desenvolvedor britânico Daniel Kerr assumiu o projeto, usando-o como base para seu próprio software de comércio eletrônico escrito em PHP. 

Kerr ainda dirige o projeto, agora com uma pequena equipe unida trabalhando em Hong Kong e uma crescente comunidade de desenvolvedores. Conhecida por sua configuração fácil e interface de usuário intuitiva, a plataforma agora possui 342.000 lojas online.

Preço

O OpenCart é gratuito para baixar e usar. Naturalmente você precisará contratar um servidor, domínio e alguém para fazer as configurações adequadas. Extensões custam extra.

Pontos positivos

  • Leve e rápido. 
    Também é fácil fazer o download e instalar.
  • Interface de usuário simples.
    O painel fornece uma visão geral clara das estatísticas importantes da sua loja e a interface do administrador é fácil de navegar.
  • É grátis. 
    E não há taxas mensais ou de transação.
  • Muitas opções de extensões.  
    Com mais de 14.000 extensões disponíveis, se houver funcionalidade necessária para sua loja, provavelmente haverá uma extensão para ajudá-lo a implementá-la.

Pontos negativos

  • Difícil de personalizar. 
    Comparado a outras plataformas, o OpenCart é mais difícil de personalizar se você não é um desenvolvedor. Portanto, se você não possui conhecimento técnico, está confinado em grande parte ao tema padrão. Mas com as extensões e os temas certos, você pode fazer personalizações, antes de contratar um desenvolvedor e tornar-se personalizado.
  • Não é amigável para SEO. 
    O OpenCart se esforça para concluir os termos de SEO com soluções concorrentes de comércio eletrônico, sem a adição de SEO.

Opencart é uma boa plataforma?

Como o OpenCart é uma solução de comércio eletrônico que requer hospedagem, é mais adequado para empresas que têm alguém com experiência na Web que conhece o caminho da instalação e desenvolvimento básicos de sites. No entanto, uma vez configurado, é simples de aprender e as interfaces são fáceis de usar. O OpenCart é ideal para pequenas e médias empresas que precisam de uma loja online básica e não antecipam a necessidade de expansão.

Qual plataforma escolher?

É fácil sentir-se oprimido quando você começa a pesquisar as  diferentes soluções de comércio eletrônico  disponíveis, mas depois de se sentar e trabalhar com as necessidades da sua empresa e depois compará-las com as plataformas disponíveis, é bastante simples descobrir o que funcionará melhor para a sua empresa.

Por Gustavo Rodrigues da Silva

É especialista em SEO e Ads. Trabalha a mais de 10 anos com comunicação, design e marketing. Oferece consultoria à diversas empresas e instituições com o objetivo de melhorar seus sites, presença online, entendendo a intenção e comportamento de buscas na internet e como criar os melhores conteúdos e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *