Categorias
SEO

Como otimizar sua loja virtual para pesquisa por voz

A pesquisa por voz está mudando a maneira como os clientes procuram produtos e serviços à medida a busca em celulares só cresce. O comércio eletrônico já sente a presença da busca por voz e vê nela uma oportunidade otimizar o SEO da loja virtual, ganhando em tráfego orgânico, relacionamento com os clientes e vendas.

Eu sou especialista em SEO, trabalho com otimização de lojas virtuais e vou te mostrar como otimizar o SEO da sua loja virtual para as buscas por voz. Já tem um site ou loja virtual e gostaria de uma auditoria? Fale comigo para saber as oportunidades de crescimento que a sua loja virtual tem nas buscas orgânicas.

Gigantes de tecnologia como Google e Apple estão continuamente revelando novos recursos para melhorar os recursos da assistência virtual e focando em estratégias para fazer com que os clientes confiem em suas marcas, graças à inteligência artificial. 

O que é a Pesquisa por voz?

A pesquisa por voz é o uso de palavras faladas para se comunicar com os mecanismos de pesquisa, em vez de digitar palavras em uma caixa de pesquisa. Agora, os usuários podem concluir uma compra interagindo com seus assistentes inteligentes ativados por voz, como Cortana da Microsoft, Amazon Echo, Google Home ou Siri da Apple, a qualquer hora do dia, desde que o assistente possa ouvi-lo.

Essa realidade que está cada vez mais presente nos EUA e Europa, vem chegando pouco a pouco no Brasil com mais assistente virtuais tendo suporte a língua portuguesa. Os brasileiros já são a segunda população que mais usa o Google Assistente, depois dos norte americanos, por exemplo.

Aumento da pesquisa por voz

Na última década, o uso da pesquisa por voz aumentou exponencialmente e está previsto um maior crescimento nos próximos anos. As pesquisas por voz não são apenas dispositivos especializados que oferecem alguns recursos selecionados; estes são sistemas de assistência projetados com inteligência artificial em todos os smartphones, através de aplicativos.

De acordo com os consultores de estratégia da OC&C, espera-se que as vendas do comércio de voz atinjam US $ 40 bilhões até 2022 e, no mesmo ano, 50% dos consumidores deverão usar também as compras por voz.

Estudo da BrightLocal sobre pesquisa por voz

Este estudo com o público norte americano em 2018 mostra um pouco de como os usuários estão lidando com as buscas por voz. Vale lembrar que o os brasileiros já são fãs das buscas por voz e os alto falantes inteligentes (smart speakers) estão chegando aqui agora.

56%

dos consumidores usaram a pesquisa por voz para encontrar informações de empresas locais nos últimos 12 meses

46%

dos usuários de pesquisa por voz procuram diariamente uma empresa local

27%

visitam o site de uma empresa local depois de fazer uma pesquisa por voz

25%

dos consumidores dizem que ainda não experimentaram a pesquisa por voz local, mas considerariam

76%

dos usuários de alto-falantes inteligentes realizam pesquisas locais pelo menos semanalmente – com 53% pesquisando usando esses dispositivos todos os dias

18%

dos consumidores usaram alto-falantes inteligentes para pesquisas de voz locais

O que os consumidores mais desejam: usar a pesquisa por voz para fazer reservas, ouvir os preços das empresas e descobrir quais produtos as empresas oferecem.

É mais provável que os consumidores realizem pesquisas por voz para encontrar mais informações sobre empresas locais que já conhecem.

É mais provável que os usuários de pesquisa por voz procurem restaurantes, mercados e entrega de alimentos.

Os dados acima são focados nas buscas locais, de SEO Local, mas só mostra como os usuários rapidamente se adaptam a tecnologia e facilidade da pesquisa por voz. A tendência é de crescimento.

E a pesquisa por voz nas lojas virtuais? Naturalmente o comércio eletrônico não pode ficar de fora dessa oportunidade. Quem dedicar tempo em otimização e aprendizado nas buscas por voz agora terá um diferencial no futuro.

Confira agora algumas dicas para otimizar o SEO da sua loja virtual para as buscas por voz.

Como é a venda pela voz

Os assistentes virtuais inteligentes podem ser usados ​​para várias finalidades: Para realizar pesquisas rápidas no Google, executar funções de automação residencial ou até mesmo fazer um pedido on-line.

Essencialmente, para fazer uma compra on-line usando a tecnologia de voz, os compradores precisam ter seus dispositivos móveis ou alto-falantes inteligentes e um assistente virtual. O Amazon Echo e o Google Home estão entre as marcas mais populares de alto-falantes inteligentes que usam assistentes virtuais controlados por voz. O Amazon Echo é alimentado por Alexa, enquanto o Google Home é alimentado pelo Assistente do Google. Essa realizada ainda não chegou no Brasil.

No Brasil estes assistentes virtuais ainda estão evoluindo. Quem dá passos mais largos é o Google Assistente, que já tem um engajamento bem expressivo dos brasileiros. Os primeiros smart speakers estão começando a chegar aqui com suporte à língua portuguesa.

Como otimizar sua loja virtual para pesquisa por voz

Foque na posição zero

Para ter conhecimento de nível superior de seus negócios, concentre-se em seu conteúdo. Escreva uma página de FAQ útil, juntamente com uma breve introdução com um featured snippet (posição zero) em mente.

Porque agora, a posição zero é essencial do que qualquer outra coisa. Coloque-se no local cobiçado para permitir que o Google classifique o número um. Muitos e-commerce experimentaram extensivamente isso. Portanto, não existe um plano para o sucesso.

Diferença entre pesquisa por voz e pesquisa escrita

  • Na busca por voz as pessoas tem linguagem mais natural
  • Na busca escrita é uma linguagem mais formal
  • Use uma linguagem mais clara na sua escrita
  • Pense mais em “respostas” do que textos “descritivos”

Para entender a pesquisa por voz, você precisa fazer uma mudança de abordagem na criação de conteúdo. No mundo do comércio eletrônico, você precisa categorizar seu produto com a ativação por voz. Comece a tratar sua estratégia de pesquisa como uma conversa. Requer uma mudança de comportamento para interagir com os mecanismos de pesquisa ou dispositivos de voz.

As pessoas estão conversando com esses dispositivos como se fossem humanos. Isso significa que, em vez de procurar por “clima em São Paulo“, eles perguntam: “Ok Google, como será o clima em São Paulo amanhã?” E os assistentes são projetados para responder com precisão a perguntas assim.

Se seu site de comércio eletrônico ainda não está otimizado para isso, crie seu conteúdo como uma conversa pesquisável com seu cliente, porque no mundo da pesquisa por voz, ele está apenas dominando a arte de responder a uma pergunta previsível. 

Sempre há um padrão linguístico, então aplique-o às consultas. Além disso, use palavras-chave de cauda longa para resolver esse problema. Seja experimental para obter um tom de conversação no seu conteúdo, e isso o beneficiará no futuro.

Responda às perguntas de forma concisa

  • Pense que seu público tem uma pergunta
  • Ele quer uma resposta, breve

A estratégia de pesquisa de palavras-chave na pesquisa por voz concentra-se em responder à pergunta. 

Como você sabe que seu possível cliente potencial não está digitando: “loja de bolsas no Rio de Janeiro”. Eles vão perguntar: “melhor loja de bolsas em Ipanema aberta agora?”

Portanto, seu trabalho é respondê-las, concentrando-se nas palavras relevantes e nas consultas esperadas. As palavras de gatilho são vitais nas pesquisas por voz. O foco da palavra-chave pode não funcionar aqui sozinho. Você precisa estruturar seu conteúdo de acordo para obter uma vantagem sobre seu concorrente.

Foque na semântica, não só em palavras-chave

  • O Google está cada vez melhor em compreender o significado das palavras
  • Pense mais em sentidos e significados do que palavras-chave

Os mecanismos de pesquisa estão tentando responder a perguntas como seres humanos. Eles entendem suas necessidades e personalizam suas respostas de acordo. Os resultados são mais como conversas do que métricas típicas de robôs. Eles são capazes de fazer isso programando seus algoritmos para combinar o conceito com seus dados.

Quando se trata de uma estratégia semântica , não confie nas palavras exatas nas pesquisas. Use todo o contexto possível das consultas do pesquisador. A implicação mais importante é fornecer conteúdo valioso para responder à pergunta que está sendo feita, em vez de configurar palavras-chave no conteúdo.

Misture diferentes terminologias para criar um conjunto variável de frases e palavras-chave que cubra todos os dados genuinamente relevantes das perguntas naturalmente.

Conheça seu público

  • Saiba como o seu público pensa e busca
  • Pense na sua intenção e contexto
  • Pesquise a sua jornada de compra

Como sabemos, a pesquisa por voz tem tudo a ver com a conversa. Para isso, você deve saber quem está do outro lado da linha para responder. Pesquisa detalhada do cliente é fundamental. Portanto, definir seus clientes-alvo e incorporar a jornada de compra deles em sua estratégia de marketing ajudará você a oferecer para eles uma solução que eles adotem.

Tenha em mente que quem entrou na sua loja virtual e comprou já passou por um processo de levantamento do problema/desejo/necessidade, pesquisou e comparou soluções, buscou preços e condições de venda, avaliou a reputação das lojas e então decidiu comprar.

Agora, como sabemos melhor o seu processo? Através das intenções de busca.

Intenção de pesquisa

  • Conheça as intenções de busca de seus usuários
  • Crie conteúdo para cada uma destas intenções

Vale lembrar que podemos falar em diferentes tipos de intenção de busca. A intenção do usuário vai mudando ao longo de sua jornada. Podemos falar de especialmente três intenções de busca para as pesquisas de loja virtual que devem ser levadas em consideração na otimização da pesquisa por voz:

Informacional

O usuário quer saber uma informação, tirar uma dúvida, saber qual é a melhor opção, a diferença, o que dizem sobre algo, etc.

Exemplos:

  • melhor fritadeira sem óleo barata
  • metcon 4 ou nano 8 qual melhor
  • celular samsung melhor custo x beneficio

Crie conteúdos para informar, comparar, ajudar o usuário a entender o que ele precisa e não precisa, o que é melhor para ele.

Comercial

O usuário quer comprar, saber o preço, ofertas, promoções.

Exemplos:

  • fritadeira sem óleo em promoção
  • tenis metcon 4 em promoção
  • celular samsung a10 preço

Tenha páginas de produtos bem otimizadas, completas, com informações detalhadas e fáceis de serem lidas e visualizadas. Faça guias, comparações e avaliações. Promoções, páginas de outlets e combos são um diferencial.

Navegacional

O usuário já pesquisou e tem um nível de certeza do que quer. Agora ele sabe onde quer ir resolver sua necessidade, onde quer comprar ou checar as condições de venda.

Exemplos:

  • mercado livre fritadeira sem óleo
  • tenis metcon 5 mercado livre
  • celular samsung a10 magazine luiza

Tenha um site com a sua identidade forte. Tenha o nome da sua marca como um diferencial, fazendo dele parte do conteúdo e da proposta de valor da loja virtual.

Na sua estratégia de conteúdo, você deve ter um planejamento de conteúdo para cada etapa do funil de vendas relacionada com as intenções dos usuários.

Raramente um usuário compra de primeira numa loja virtual. Seja um parceiro útil dele na jornada de compra e ele não vai se esquecer de você.

Gustavo Rodrigues da Silva

Loja virtual para buscas por voz

O usuário fez a pesquisa por voz e o seu site apareceu como resultado. E agora? Provavelmente ele vai dar continuidade a sua jornada navegando pela sua loja virtual.

Experiência do usuário na loja

  • Tenha um site leve, rápido, simples e útil
  • Faça testes de como os usuários interagem com sua loja virtual
  • Tenha uma loja virtual responsiva, para celulares

Existe uma variedade de padrões que um usuário segue para a pesquisa por voz. Considere levar em consideração o comportamento das pesquisas por voz para planejar uma jornada perfeita para o usuário na loja virtual. 

Lembre-se que experiência do usuário (UX) refere-se mais aos sentimentos e emoções, a como o usuário se sente navegando pela sua loja.

Ajude o usuário que o usuário aproveite a jornada da pesquisa por voz em dispositivos móveis, estruturando o conteúdo para levar as pessoas em experiências agradáveis e úteis. Recomendo que você crie uma meta do Google Analytics para rastrear o comportamento de seu possível cliente em potencial.

Loja virtual Responsiva

Loja virtual responsiva

Garanta que sua loja virtual funcione perfeitamente bem em celulares. Como a imensa maioria das pesquisas por voz são feitas a partir de smartphones, o Google não vai priorizar nos resultados de pesquisa lojas que não ofereçam uma boa experiência em celulares.

Tenha uma navegação fácil de entender

  • Escreva de forma clara sem sentido dúbio
  • Repita o que for importante e útil
  • Seja óbvio
  • Use breadcumbs em suas categorias e produtos

Use texto claro como água no seu menu de navegação. Nada de sentidos dúbios ou que exijam uma interpretação. Seja óbvio e claro, repita o que é importante. Isso significa palavras simples que as pessoas podem entender imediatamente. Caso contrário, você corre o risco de confundir o cliente e há uma boa chance de que ele desista e saia do site.

Breadcumbs para loja virtual

Uma ótima maneira de conseguir isso é através do uso de trilhas de navegação, os chamados Breadcrumbs:

Home > Produtos > Categoria > Subcategoria

São links que mostram a seu cliente onde ele está em seu site e mostram o caminho de volta à página inicial. Isso permite uma melhor organização da navegação e também oferece ao cliente a capacidade de navegar de volta para uma categoria anterior.

Use dados estruturados

  • Use dados estruturados de produtos em sua loja virtual
  • Otimize para ter rich snippets nos resultados de pesquisa

Além do conteúdo, os mecanismos de pesquisa procuram vários outros fatores, incluindo dados estruturados para o SEO. O ideal é usar marcações de para fornecer nome, preço, disponibilidade de estoque, tamanho do produto, etc. Isso não afeta seus rankings e os visitantes não o veem, mas oferece uma vantagem sobre seus concorrentes. 

A marcação de dados estruturados ajuda de duas maneiras:

Primeiro, ajuda os mecanismos de busca a entender a função e o objetivo da página da web. Se a página estiver vendendo café gourmet, por exemplo, dados estruturados ajudarão os mecanismos de pesquisa a compreender que á página é sobre um produto para venda e não uma postagem de blog sobre cafés gourmet.

Rich snippets de produtos

Segundo, os dados estruturados ajudam a melhorar a aparência da listagem de pesquisa orgânica, fornecendo resultados de pesquisa aprimorados, conhecidos como “rich snippets”, resultados avançados do Google. Essas melhorias podem incluir estrelas de classificação e imagens de produtos, preços e disponibilidade e muito mais para ajudá-lo a se destacar da multidão. Conheça mais sobre todos os tipos de rich snippets neste artigo.

Aprenda sempre

Quando nos vemos em um futuro próximo, o uso de falar com um mecanismo de busca parece ser mais comum. As pessoas já estão à vontade para solicitar que seus dispositivos liguem para alguém, tocem música, marquem um compromisso e clique em uma imagem para eles.

Espera-se que essa mudança elementar no comportamento do cliente continue com a melhoria das tecnologias, pois as partes interessadas investirão mais capital no desenvolvimento desses dispositivos.

Portanto, prepare-se para otimizar seu site de comércio eletrônico para que a pesquisa por voz reserve seu lugar na lista de classificação.

Conte comigo para uma análise da sua loja virtual para as pesquisas por voz e um projeto de otimização de SEO. Entre em contato comigo para um orçamento. Eu sou especialista em SEO e posso indicar os melhores caminhos para as buscas do Google.


Leia também:

Por Gustavo Rodrigues da Silva

É especialista em SEO e Ads. Trabalha a mais de 10 anos com comunicação, design e marketing. Oferece consultoria à diversas empresas e instituições com o objetivo de melhorar seus sites, presença online, entendendo a intenção e comportamento de buscas na internet e como criar os melhores conteúdos e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *