Categorias
SEO

Melhores práticas de SEO para B2B

No mundo do SEO as estratégias estão sempre sujeitas a alterações. Isso ocorre devido a uma variedade de fatores, incluindo atualizações de algoritmos, mudança de comportamento do usuário, lançamento de novas plataformas ou recursos, novidades do setor e muito mais.

Eu sou especialista em SEO, trabalhando com grandes sites de empresas e lojas virtuais. Se você precisa de uma consultoria de SEO para sua loja virtualempresa localfranquia.

Entre em contato para uma auditoria de SEO do seu projeto.

Ao implementar com sucesso essas práticas recomendadas, as empresas B2B podem melhorar a qualidade dos seus leads, construir relacionamentos valiosos para apoiar os esforços de criação de links, obter exposição da marca por meio da comunicação online e entender melhor seu público-alvo.

Aqui estão diversas práticas recomendadas de SEO B2B e dicas essenciais para ajudar a melhorar sua estratégia de otimização de mecanismo de pesquisa em 2020. Cada prática recomendada é apoiada por evidências de pesquisas do setor, líderes e publicações. aproveite e deixe suas perguntas!

Os compradores querem conteúdo personalizado

É importante pensar nas necessidades dos compradores durante todo o processo de pesquisa de palavras-chave, bem como durante a criação de conteúdo. Isso significa que sua equipe de SEO precisa orientar estratégias de marketing de conteúdo que se concentrem em conteúdo que atenda diretamente aos pontos problemáticos do usuário, comprador em potencial.

Obviamente, isso envolve coleta e análise de dados para entender melhor seu público-alvo e suas necessidades. Depois que os pontos problemáticos são descobertos, você pode orientar estratégias para criar:

  • Postagens de blog altamente segmentadas
  • Notícias do setor
  • Webinars
  • Vídeos de produtos
  • Papers e documentos úteis
  • Checklists
  • Planilhas de processos
  • e muito mais

Páginas de destino de alta qualidade

Crie páginas de destino sejam de alta qualidade em informações, usabilidade, UX e que mostrem o caminho para o usuário.

Em teoria, quanto mais páginas de destino você criar, mais oportunidades terá para captar o tráfego de pesquisa orgânica. No entanto, você não deve ignorar a importância de uma página de destino bem construída para melhorar as conversões e gerar leads.

Trabalhe tópicos, não só palavras-chave

Crie conteúdo que responda às consultas dos usuários, em vez de apenas tentar classificar para palavras-chave específicas.

Nos últimos anos, vimos o Google se tornar muito mais inteligente quando se trata da intenção do usuário por trás de consultas de pesquisa (pesquisas relacionadas, por exemplo). Com isso, você deve reconsiderar o processo de pesquisa de palavras-chave.

A chave é pensar além das metas específicas de palavras-chave e focar na segmentação de tópicos ou temas relevantes para desenvolver o conteúdo. Isso significa gastar mais tempo aprendendo sobre seu público-alvo, analisando os resultados atuais da pesquisa para determinar o entendimento do Google sobre o assunto e desenvolvendo conteúdo alinhado às suas descobertas.

Esteja atualizado com o Google

Os profissionais de marketing de mecanismos de pesquisa podem otimizar o conteúdo dia e noite, mas quando se trata disso – o Google faz o que quiser. Às vezes, o Google exibe as tags das páginas de maneira diferente da desejada, coloca o nome da empresa / produto em primeiro lugar e destrói sua estratégia de palavras-chave, ou até exibe informações desatualizadas.

Também são cada vez mais frequentes as atualizações de algoritmo do Google, mudanças nas diretrizes e critérios de qualidade, formas de avaliar o conteúdo e autoridade de um site. Isso gera mudanças nas avaliações, fazendo com que alguns sites percam posições e outros ganhem para determinadas buscas. Escrive um guia de como recuperar seu site das atualizações do Google, focando especialmente nas diretrizes de qualidade, YMYL e EAT.

Sabemos que o Google deseja garantir que os títulos e as descrições da página reflitam o conteúdo oferecido nessa página para fornecer a melhor experiência ao usuário. Então, o que podemos fazer como profissionais de marketing? Verifique se você está ciente das alterações que o Google está fazendo e tente determinar o porquê.

Por exemplo, se o Google estiver exibindo o nome do seu produto primeiro nas tags de título, isso provavelmente significa que o mecanismo de pesquisa considera isso mais importante para os usuários. Suas outras tags de título também poderiam se beneficiar dessa alteração? Obviamente, você precisará fazer algumas pesquisas adicionais pesquisando consultas de pesquisa e visibilidade na página, mas isso pode levar a algumas descobertas interessantes.

SEO para sites YMYL e EAT

Hoje esse é um dos principais temas na comunidade de especialistas em SEO: entender melhor como o Google avalia e lida com sites ligados a saúde e finanças (YMYL) e os critérios de qualidade (EAT)

No início de 2019, o Google publicou um artigo explicando por que a otimização para YMYL (your money, your life, ou seja, sites ligados a saúde e finanças) é importante e pode ajudar a aumentar seus rankings. Quando o algoritmo do Google determinar que uma consulta de pesquisa se enquadra na categoria YMYL, ele escolherá classificar sites que demonstrem especialização, autoridade e confiabilidade (ou, no mundo das siglas do Google, EAT) de forma mais favorável.

Segundo o Google , o EAT é um dos três principais fatores para medir a qualidade da página. Os sites da YMYL devem seguir as diretrizes do EAT, pois seguir essas práticas recomendadas ajudará a aumentar a classificação, o tráfego e as conversões.

Como você garante que seu site esteja seguindo os padrões de qualidade EAT?

Além de garantir que seu site inclua informações precisas, análises, depoimentos e um certificado SSL, você pode seguir estas práticas recomendadas:

  • Inclua biografias de autores se você tiver um blog e não se esqueça de mencionar credenciais que demonstram a experiência do autor
  • Vá atrás de backlinks de alta qualidade e rejeite backlinks com spam
  • Verifique se o site tem informações precisas nas páginas Sobre, Contato e Atendimento ao cliente
  • Garantir que todo o conteúdo diretamente relacionado ao YMYL (pense em conselhos financeiros ou informações médicas) seja escrito por especialistas qualificados
  • Cortar ou editar conteúdo EAT de baixa qualidade
  • Revise e atualize regularmente seu site para seguir os padrões de qualidade EAT

Corresponder o conteúdo à intenção do usuário

SEO significa combinar o conteúdo com a intenção de pesquisa do usuário. 

A pesquisa de palavras-chave pode ser demorada e desafiadora, especialmente quando se trata de alinhar sua lista de palavras-chave com táticas específicas de marketing de conteúdo. Para fazer isso, você precisa determinar o tipo de conteúdo que aparece nos resultados do mecanismo de pesquisa para palavras-chave prioritárias.

Ao analisar os resultados dos mecanismos de pesquisa para cada palavra-chave, faça as seguintes perguntas:

  • Que tipos de conteúdo têm melhor desempenho em resultados orgânicos?
  • Que tipo de experiência do usuário esses recursos de conteúdo oferecem?
  • Quais sites competitivos estão atualmente classificados nos resultados de pesquisa?

Use uma linguagem natural

Com a mudança para aplicativos de aprendizado de máquina e pesquisa por voz, está se tornando mais importante para você adaptar estratégias de conteúdo para o idioma natural.

Para profissionais de marketing on-line, isso significa que o uso de linguagem natural na marcação de páginas e no conteúdo da página será essencial para a otimização do mecanismo de pesquisa.

Use dados estruturados

O Google gosta de mostrar ao pesquisador o que ele está procurando. Com as alterações recentes que vimos nos resultados da pesquisa, a marcação do schema.org está se tornando mais importante do que nunca. 

Vamos dar uma olhada nas tendências recentes do Google: rich snippets, caixas de resposta, resultados de AMP, empresas locais, críticas etc.

Veja estes artigos onde abordo com profundiade e dou exemplos de dados estruturados, rich snippets e as buscas do Google:

O esquema torna mais fácil para os mecanismos de pesquisa entender seu site e ajuda a garantir que sua marca B2B seja exibida corretamente aos usuários. Isso pode ajudá-lo a aparecer nas caixas de resposta do Google e nos rich snippets, se o Google decidir mostrar esses tipos de resultados.

Por Gustavo Rodrigues da Silva

É especialista em SEO e Ads. Trabalha a mais de 10 anos com comunicação, design e marketing. Oferece consultoria à diversas empresas e instituições com o objetivo de melhorar seus sites, presença online, entendendo a intenção e comportamento de buscas na internet e como criar os melhores conteúdos e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *