Categorias
SEO

O papel dos dados estruturados para o SEO

Dados estruturados são conjuntos de informações organizadas e estruturadas de uma maneira e linguagem específica (marcação ou código) em uma página da internet. 

Os dados estruturados são importantes para o SEO pois os mecanismos de pesquisa, como o Google, entendam exatamente quais informações uma página está exibindo e em que contexto.

Eles também são muitos úteis para que o Google entregue resultados enriquecidos ou avançados, os rich snippets, nas página de pesquisa.

rich snippet Google

Confira o super artigo que eu fiz sobre os diferentes tipos de rich snippets e o papel dos dados estruturados:

Dados estruturados e SEO: da teoria aos rich snippets

O Google falando de dados estruturados hoje tem a mesma importância que o mobile tinha a cerca de 5 anos. Na época o Google falava que mobile é importante, hoje é fundamental.

Gustavo Rodrigues da Silva, Especialista em SEO

Otimização de dados estruturados para SEO

Eu sou especialista em SEO, ofereço tanto a auditoria técnica quanto de conteúdo, considerando as palavras-chave e intenção dos seus usuários. Posso avaliar os dados estruturados do seu site e a melhor forma de implementá-los.

Os dados estruturados são importantes para o SEO, pois ajudam os mecanismos de pesquisa a encontrar e entender seu conteúdo e site. 

É também uma maneira importante de se preparar para o futuro da pesquisa, pois o Google e outros mecanismos continuam a personalizar a experiência do usuário e a responder a perguntas diretamente em seus SERPs. 

Além disso, dados estruturados podem tornar sua organização mais visível para clientes em potencial e aumentar sua taxa de cliques em até 30%.

Dados estruturados aceitos pelo Google

Embora já existem centenas de tipos de dados estruturados organizados, isso não significa que o Google utilize todos. De tempos em tempos eles anunciam o suporte a mais um tipo. Veja abaixo a lista de dados estruturados suportados pelo Google:

  • Artigos (que vão de posts de blogs, artigos e notícial)
  • Localização atual no site (bredcumbs)
  • Livros (exibição de dados de autor, ISBN, ano de publicação, etc)
  • Carrossel (sendo uma forma de exibição de conteúdo especialmente para o mobile, como artigos, receitas, etc)
  • Contato corporativo (com nome, telefone, área de atuação, tipo de contato, etc)
  • Cursos (com nome, instituição, tipo de curso, etc)
  • Avaliações (dado que se aplica em Empresas locais, Filmes e Livros, com avaliações críticas e pontuações dos usuários)
  • Conjunto de dados (se aplica a um conjunto de dados tabelado, como uma lista)
  • Avaliação agregada de empregador (voltado para sites que publicam avaliações de empresas que contratam, como sites de empregos e “melhores empresas para trabalhar”, por exemplo)
  • Eventos (dados de local, data, preço, participantes de eventos)
  • Checagem de fatos (voltado para sites de confirmação de declarações feitas por instituições e figuras públicas)
  • Perguntas frequentes – FAQ (para sites que tem páginas de perguntas frequentes)
  • Instruções “como fazer” (voltado para sites de tutoriais e que apresentam como fazer alguma coisa)
  • Vaga de emprego (para sites que apresentam listas de empregos com empregador, salário, fonte, tipo de vaga, etc)
  • Formação profissional (formato ainda em beta, permite a declaração da formação de tipos de profissionais e cursos)
  • Transmissão ao vivo (adiciona um selo “ao vivo” nas miniaturas de vídeos nos resultados da pesquisa. Aplica-se em eventos esportivos, jogos transmitidos por streaming, premiações, etc)
  • Ficha de empresa local (voltado para exibir os detalhes de negócios locais, como telefone, endereço, horário de atendimento, etc)
  • Logotipo (feito para identificar com certeza qual é o logotipo oficial de uma empresa ou instituição)
  • Filmes (exibição de dados como título, diretor, ano, image de um filme)
  • Profissão (voltados para sites que fornecem informações de estimativas e faixas salariais baseadas na região por tipos de trabalho e detalhes da profissão, por exemplo)
  • Produtos (dado estruturado fundamental para lojas virtuais, com os detalhes de nome, imagem, preço, promoção, disponibilidade e frete de produtos)
  • Perguntas e respostas (voltados para sites de perguntas como fóruns, onde os usuários podem responder e votar nas melhores respostas)
  • Receitas (marcação detalhadas de receitas como ingredientes, passo a passo, tipo de cozinha, tempo de preparação, calorias, etc)
  • Avaliação (para sites que dão uma “nota” a coisas como Livros, Empresas locais, Cinema, Música, Produtos, e Receitas)
  • Caixa de pesquisa de Sitelinks (é a exibição de uma caixa de pesquisa do site e seus princiapis links diretamente nos resultados de busca)
  • Aplicativo ou software (exibe dados de nome, versão, download, de um app ou programa)
  • Pronunciável (recurso ainda em BETA, especifica qual é a parte do texto de uma página mais adequada a ser convertida em voz, especialmente para os resultados do Google Assistente)
  • Conteúdo com paywall e assinatura (para paginas onde o usuário tem acesso apenas pagando, como na assinatura de uma revista online ou jornal)
  • Vídeo (marcação dos vídeos presentes nas páginas do site, permitindo que o Google exiba esses resultados de forma mais criativa)

Porque o Google precisa de dados estruturados?

O Google e demais buscadores, a princípio, não precisam dos dados estruturados, mas fazem uso deles para entender melhor a natureza e contexto das informações que os sites apresentam.

A maior iniciativa em conjunto para organizar o vocabulário de dados estruturados é o Schema.org, iniciativa comunitária entre Google, Microsoft, Yahoo e Yandex, por exemplo.

Embora o Google trabalhe duro para entender do que se trata uma página, é um pouco de interpretação e até adivinhação. O uso de dados estruturados elimina essa suposição, fornecendo informações explícitas sobre o significado de uma página.

Por exemplo, você coloca o telefone da sua empresa em seu site. Para uma pessoa, provavelmente será óbvio que aquele é telefone, mas para o Google, aquilo é apenas texto que precisa ser compreendido.

A marcação de dados estruturada pode dizer explicitamente ao Google “esses números são o número de telefone da minha empresa”.

Exemplo da dados estruturados de “Organization”:

<script type="application/ld+json">
{
  "@context": "https://schema.org",
  "@type": "Organization",
  "url": "http://www.minhaempresa.com.br",
  "name": "Empresa de Serviços Fantasia",
  "contactPoint": {
    "@type": "ContactPoint",
    "telephone": "+55 11 4237-8766",
    "contactType": "Customer service"
  }
}
</script>

Formatos de dados estruturados

Existem várias maneiras de marcar os dados estruturados na sua página. Esteja ciente de que esses são linguagens ou scripts que dependem, por exemplo, de um programador para serem implementados no seu websites, por exemplo.

Se você usa alguma plataforma para seu site ou loja virtual, muito provavelmente ele já deve ter esses dados pré-configurados.

  • JSON-LD: script JSON usado no cabeçalho da página. Recomendado.
  • RDFa: destaca itens e valores em uma página typeofpropertyatributos HTML.
  • Microdados: destaca itens e valores em uma página itemtypeitempropatributos HTML.

Os seguintes tipos de marcação não são comumente usados, mas o Google pode analisá-la:

  • Microformatos: tags HTML que estruturam os dados em uma página dentro do classatributo. Vocabulário completo está no microformats.org
  • Data da página: o Google pode analisar a data diretamente do texto da página. Para obter melhores resultados, use os formatos de data ISO 8601 com um ano totalmente especificado.

Por que o site não aparece como um rich snippet?

A implementação de dados estruturados no seu site não garante que a página da web seja apresentada como um rich snippet nos resultados da pesquisa.

Os dados estruturados descrevem apenas o que está na sua página. Quando um mecanismo de pesquisa descobre esses dados, ele considera se é bom o suficiente para ser destacado. O Google leva em consideração variáveis ​​como confiabilidade e autoridade do histórico de pesquisa do site, localização e muitas outras.

Esteja ciente de que o Google ignora dados estruturados e não exibe rich snippets para páginas iniciais, mesmo se implementado corretamente.

O futuro dos dados estruturados

Embora atualmente o Google ofereça suporte a cerca de 30 tipos de dados estruturados para obter resultados avançados, eles estão trabalhando para adicionar mais o tempo todo.

Por exemplo, o Google recentemente adicionou suporte para perguntas frequentes e instruções, destacando o fato de que o trabalho de SEO precisa permanecer atento, pronto para implementar novos dados estruturados relevantes a qualquer momento nos diferentes tipos de páginas

A melhor maneira de se preparar para o futuro dos dados estruturados é perceber que o desejo do Google por isso não vai desaparecer. O Google quer que seja mais fácil entender o conteúdo e exibi-lo nos formatos mais úteis para os usuários que fazem buscas.

O impacto dos dados estruturados no SEO

Ranking melhor

Dados estruturados não são um fator de classificação em si mesmo. Em outras palavras, a implementação não garante o aumento do ranking. No entanto, dados estruturados podem ajudar o Google a entender melhor o conteúdo da página, o que pode tornar a página mais relevante para as consultas de pesquisa.

CTR mais alta

Os dados estruturados podem dar um apelo mais visual à SERP, especialmente para produtos ou críticas (as classificações por estrelas). Isso pode aumentar as taxas de cliques de um site em destaque.

Mais conversões

Maior CTR significa mais visitantes para um site. É uma matemática simples.

Autoridade

O Google presta atenção ao que será apresentado na SERP. Isso significa que um resultado aprimorado na SERP pode tornar o site mais autorizado e confiável aos olhos de um usuário.

Como validar dados estruturados

Após a implementação dos dados estruturados, a saída deve ser validada para verificar se há algum erro. A ferramenta mais conveniente disponível no mercado é a ferramenta de teste de dados estruturados do Google. A entrada pode ser a URL do site ou apenas um pedaço de código.

Ferramenta de teste de dados estruturados do Google

Após o envio, a ferramenta de teste de dados estruturados do Google mostrará se há algum erro na sua marcação de dados estruturados.

O que podemos concluir sobre os dados estruturados

O Google e outros mecanismos de pesquisa melhoram continuamente a maneira como agregam e apresentam informações. Eles oferecem experiências aprimoradas e inteligentes de pesquisa com o cliente em mente. Cabe a você, como empresa, acompanhar e pode fazê-lo através de dados estruturados . 

Os dados estruturados beneficiam os negócios – por meio de maior visibilidade – e os consumidores – por melhor usabilidade. 


Leia também:

  • Como otimizar sua loja virtual para pesquisa por voz
    A pesquisa por voz está mudando a maneira como os clientes procuram produtos e serviços à medida a busca em celulares só cresce. O comércio eletrônico já sente a presença da … Leia mais
  • Checklist de SEO Técnico para 2020
    A otimização de sites para os buscadores (SEO) envolve basicamente três aspectos: Conteúdo da página/site (SEO ONPAGE), referências e backlinks para a página/site (SEO OFFPAGE) e a parte do funcionamento … Leia mais
  • Diferença entre SEO e SEM
    O SEO (Search Engine Optimization) normalmente foi considerado uma parte do SEM (Search Engine Marketing), abrangendo as mais variadas táticas pagas e orgânicas relacionadas ao campo dos mecanismos de pesquisa, … Leia mais
  • Erros comuns dos empreendedores no SEO
    Dizer que a otimização para mecanismos de busca, SEO, é uma tarefa simples é um grande desconhecimento. Os algoritmos do Bing e Google estão mudando constantemente e exige um pensamento treinado … Leia mais
  • Auditoria de SEO – Checklist completo
    A realização de uma auditoria de otimização de mecanismo de pesquisa (Auditoria SEO) do seu site é importante por vários motivos. Primeiro, você pode identificar áreas problemáticas que precisam ser … Leia mais
  • Escrevi um novo artigo, e agora, o que eu faço?
    Crie um ótimo conteúdo, pense apenas no usuário, espalhe seu conteúdo ao vento! O tráfego orgânico e os links virão!é o que diz os devotos do Google… Muitas vezes é … Leia mais

Por Gustavo Rodrigues da Silva

É especialista em SEO e Ads. Trabalha a mais de 10 anos com comunicação, design e marketing. Oferece consultoria à diversas empresas e instituições com o objetivo de melhorar seus sites, presença online, entendendo a intenção e comportamento de buscas na internet e como criar os melhores conteúdos e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *