Categorias
SEO

Penalizações no Google: quais são e o que fazer

Onde sua empresa estaria sem o Google e o tráfego orgânico? Em uma época em que o caminho para a descoberta geralmente passa diretamente pelas buscas, qualquer forma de penalidade no Google pode ser desastrosa. Se você foi atingido por uma penalidade do Google – ou deseja saber o que fazer se receber uma penalidade do Google no futuro -, este artigo é para você.

Eu sou especialista e consultor de SEO para empresas, já atuei em sites que forma penalizados, invadidos, e foram quase “apagados” do Google. Sempre há uma solução e sempre há o que fazer para evitar esse problema.
Entre em contato comigo para uma auditoria de SEO em seu site e saiba o que podemos fazer pra ele chegar nas melhores posições no Google.

O que é uma penalidade do Google?

Uma penalidade do Google é onde seu site é impactado negativamente quando se trata dos rankings de pesquisa do Google, com base em uma ação do próprio Google. 

Analisaremos alguns dos motivos por trás de uma penalidade do Google em breve, mas você saberá se foi penalizado porque seus rankings cairão. Você começará a ver menos tráfego dos resultados de pesquisa do Google e seus gráficos de análise entrarão em queda livre. 

Em alguns casos, também haverá comunicação direta do Google, informando sobre a penalidade do Google.

É uma penalidade ou apenas uma flutuação do algoritmo?

Há uma grande diferença entre uma penalidade do Google e uma flutuação de algoritmo. O Google atualiza periodicamente seu algoritmo – Google Panda e Google Penguin são exemplos mais conhecidos – e, de fato, o Google está constantemente atualizando e melhorando a maneira como seu algoritmo de pesquisa funciona.

O exemplo mais recente é a implementação do algoritmo BERT, voltado especialmente para interpretar melhor as nuances de uma linguagem mais natural, como a pesquisa por voz.

Na prática, isso significa que os resultados da pesquisa são dinâmicos e que, à medida que algoritmos aprimorados entram em vigor, seus resultados podem ser impactados. 

Onde o impacto é positivo, é claro que é uma ótima notícia. 

Onde o impacto é negativo, no entanto, as implicações são muito reais e precisam ser tratadas o mais rápido possível.

Tipos de penalização do Google

Ações manuais no Search Console

Seus rankings caem repentinamente. O tráfego secou. O que você faz? O primeiro passo a tomar é descobrir por que você foi penalizado e que tipo de penalidade ou mudança ocorreu.

Penalidade manual no Search Console

Uma penalidade manual pode causar o maior choque, mas também é a mais fácil de remediar. Normalmente, uma penalidade manual do Google é nivelada quando uma técnica de SEO black hat ou outra anomalia é detectada pelo Google. 

Você receberá um aviso no Google Search Console, com texto como “Problema detectado: as páginas afetadas por ações manuais podem ver recursos reduzidos de exibição, classificação mais baixa ou até remoção dos resultados de pesquisa do Google”. Detalhes podem ser fornecidos, como “As páginas deste site parecem conter conteúdo gerado por usuários com spam”.

Nesses casos, o Google realmente oferece uma oportunidade para corrigir o erro, apresentando uma mensagem “Correção concluída? Solicitar revisão”. Portanto, nesses casos, você pode ajustar o conteúdo ofensivo, entrar no lado direito do Google e ser analisado novamente.

Penalidade de algoritmo

Por outro lado, as “penalidades” do algoritmo podem ser mais difíceis de corrigir. Não haverá nenhuma ação específica a ser tomada e nenhuma maneira de descobrir por que o algoritmo mudou sua classificação. Escrevi este artigo que foca especificamente como recuperar de queda no Google, focando em site YMYL e no critérios EAT, ele pode ser muito útil para melhorar a “percepção de qualidade” do seu site aos olhos do algoritmo e dos usuários.

Nesse caso, recomenda-se uma auditoria do site, juntamente com uma revisão completa dos dados no Search Console e noções básicas sobre SEO.

A seguir, são apresentadas algumas ações-chave, independentemente de os resultados do seu mecanismo de pesquisa terem sido afetados por uma atualização de algoritmo ou um aviso manual.

O que fazer

1. Verifique e remova backlinks incorretos

Relatório de links no Search Console

Todos sabemos o poder que os backlinks têm para o SEO. Este é um primeiro ponto de chamada crítico quando se trata de voltar para onde você estava classificando originalmente e até mesmo melhorar ainda mais. As penalidades relacionadas a links são provavelmente a penalidade mais comum recebida pelos sites.

Normalmente, isso ocorre quando há links não naturais em andamento, que o Google pega com bastante facilidade. Geralmente, é causado pela participação em esquemas de links ou pela compra direta de links para aumentar o tráfego / classificação.

Embora isso não seja realmente uma boa ideia em geral, se você já fez isso no passado, pode ser facilmente corrigido. Revise todos os links suspeitos, remova ou adicione atributos “não seguir” aos URLs ofensivos e você já está em uma posição muito melhor. Mas e os links que apontam para o seu site? 

Felizmente, o Google permite que você rejeite esses links. Gere uma lista desses URLs e envie-os ao Google em sua Página de ferramenta de rejeição de links.

2. Remova o conteúdo duplicado

Outro culpado comum por penalizações é o conteúdo duplicado. O Google adota uma visão dura desse conteúdo, que pode até afetar pessoas que usaram outros sites como inspiração. 

Seu primeiro passo deve se familiarizar com o que o Google vê como conteúdo duplicado, o que você pode fazer por meio do Search Console. Em seguida, analise seu site em busca de qualquer conteúdo duplicado em potencial, incluindo postagens ruins de convidado, conteúdo gerado automaticamente ou conteúdo de preenchimento. 

  • Evite copiar sem informar a fonte
  • Atenção com as versões com www, sem www, https, etc
  • Cuidado com excesso de categorias e tags nas postagens

3. Verifique se há malware no seu site

Infelizmente, atores mal-intencionados injetam malware em sites inocentes, e é algo que sempre deve ser protegido. Um truque comum usado é dominar as páginas de um site WordPress e se beneficiar da legitimidade do site para induzir outras pessoas a compartilhar credenciais ou baixar arquivos maliciosos.

Você pode ficar de olho no Search Console, caso ele notifique voce sobre arquivos suspeitos identificados. Use também outras ferramentas para identificar vírus e malwares no seu site:

Se houver suspeita, entre em contato imediatamente com o seu provedor de hospedagem, que geralmente já lidou com esse problema e o ajudará a resolvê-lo. Entre em contato com especialistas que possam ajudar a identificar e remover o malware e considere colocar o site em quarentena.

4. Cuidado com as técnicas de blackhat

Os proprietários de sites geralmente envolvem “especialistas em SEO” de terceiros que prometem resultados rápidos. No entanto, quando se trata de construir uma estratégia de SEO sólida e de longo prazo, não há substituto para contratar especialistas capazes de criar um tremendo valor de SEO, evitando técnicas ilegais.

As 10 técnicas de black hat mais comuns no SEO

  1. Keyword stuffing – repetição em excesso de palavras-chave
  2. Conteúdo oculto – textos que estão no html mas não são feitos para o usuário ler
  3. Conteúdo duplicado – cópia e repetição de conteúdos
  4. Cloaking – exibir para o rastreador do Google uma página e para o usuário outra
  5. Doorway page (ou gateway page) – criar diversas páginas irrelevantes para os usuários, focadas em uma pequena variação de palavra-chave
  6. Linkfarm – comprar links de ferramentas de criação automatizada de links
  7. Private Blog Networks (PBN) – criar redes de blogs com a única finalidade de enviar um link
  8. Links pagos – links de portais que cobram para criar um link sem identificar ou dar nofollow
  9. Blog SPAM – blogs sem finalidade
  10. SEO negativo – enviar links “tóxicos” para o site concorrente, induzindo a uma penalização
  11. Redirecionamentos inadequados – redirecionamentos 301 ou 302 feitos para “enganar” o Google

Em caso de dúvida, revise seus esforços de SEO ou se você não é tecnicamente competente nessa área, contrate um especialista em SEO respeitável para fazê-lo. Qualquer aviso relacionado ao blackhat do Google é um enorme sinal de que as técnicas do blackhat foram usadas no seu site.

5. Audite o site para otimizá-lo

Assim como fazer exames médicos regularmente é a melhor maneira de manter-se saudável, auditar e melhorar seu site é a melhor maneira de garantir os melhores resultados de SEO possíveis e evitar multas do Google.

Confira o básico do SEO

  • O servidor tem funcionando normalmente?
  • O site está indexado?
  • O domínio está ativo?
  • O desenvolvedor não deixou nenhuma tag NOINDEX,NOFOLLOW onde não deveria?
  • O robots.txt não está bloqueando o rastreador do Google?
  • Não tem nenhuma tag canonical apontando para o lugar errado?

Eu sei que isso parece óbvio, mas já acompanhei algumas “crises” que nada mais eram que um problema “simples e básicos” (mas nem tanto) como os citados acima.

Se você

  • Andou pedindo alguma edição no site para o designer ou desenvolvedor
  • Passou por algum update de CMS, plugins, extensões ou temas
  • Andou mexendo nas configurações do site

Talvez ai esteja a causa da sua “penalização”. Eu passei por isto a pouco tempo:

Metadados

Verifique se os metadados, incluindo palavras-chave e descrições, são otimizados, precisos e compatíveis com o Google. Ter metadados desatualizados ou irrelevantes é uma maneira infalível de arrastar os resultados da pesquisa. Quais são os meta dados:

  • meta title
  • meta description
  • tags index e follow
  • canonical
  • hreflang

Revise o design e usabilidade

Design, usabilidade e experiência do usuário (UX) adequadas são fundamentais para o SEO. Mesmo que um site tenha uma grande autoridade e qualidade de conteúdo, não adianta exibí-lo nas buscas se o design está quebrado e ele não consegue ser lido pelo usuário.

Veja abaixo o comportamento de dois sites de clientes meus que passaram justamente por isto.

Queda no Google por design “quebrado”.

Ambos tiveram uma queda abrupta nos rankings, gerando esse “buraco” no gráfico. Em ambos os casos, o template havia “quebrado”, comprometendo a visualização. Após a correção do problema, a recuperação foi rápida. No caso do primeiro, foi até melhor do que o desempenho anterior.

Perda de ranking por bugs no site.

Em casos assim você deve testar as principais páginas do seu site em diferentes dispositivos e navegadores e ver se está tudo ok. Use também os relatórios da Facilidade de uso em dispositivos móveis no Search Console e teste urls individuais no Teste de compatibilidade com dispositivos móveis.

Conteúdo de qualidade

Não há substituto para conteúdo útil e de qualidade. É para isso que o Google está constantemente se esforçando e é a melhor maneira de garantir que você acabe do lado direito de qualquer alteração futura no algoritmo.

Velocidade da página

Google atribui muito peso às velocidades de carregamento da página. Portanto, verifique se você está otimizado nesse sentido. Isso também inclui dispositivos móveis. 

O Google tem suas próprias ferramentas para verificar a velocidade de carregamento da página e onde otimizar.

Relatório de Velocidade do Search Console:

Relatório de velocidade para celular do Search Console
Relatório de velocidade para computadores desktop do Search Console

Certificado SSL e https

Certificação SSL adiciona imediatamente segurança e seriedade ao seu site. O Google confirmou que o uso de HTTPS nos sites é um fator de desempate nos rankings dos resultados da pesquisa.

Verifique se você possui um certificado SSL com o HTTPS implementado corretamente em todas as páginas do site para obter a máxima eficácia de SEO.

Imagens otimizadas

Isso inclui o uso de imagens exclusivas, não muito grandes em termos de tamanho do arquivo, com legendas bem definidas e cujos metadados ajudam, e não prejudicam, os resultados de SEO.

6. Espere as coisas melhorarem

Meu último conselho é esperar. Os proprietários de sites podem entrar em pânico rapidamente quando veem uma penalidade no Google e jogam dinheiro em estratégias ineficazes para tentar remediar a situação.

Obviamente, uma penalidade no Google pode ter um enorme impacto em seus negócios e você deseja que tudo volte ao normal o mais rápido possível. Mas lembre-se de que, mesmo depois de consertar tudo, você ainda precisa esperar alguns meses para se recuperar. 

Os proprietários de sites devem estar cientes disso e não entrar em pânico. Se você seguir uma boa estratégia de SEO desde o início, não terá com o que se preocupar.

Solicite uma avaliação para o SEO do seu site. Entre em contato comigo para receber uma auditoria, análise de conteúdo, backlinks e um plano de otimização para conquistar posições nos rankings do Google!


Leia também:

Por Gustavo Rodrigues da Silva

É especialista em SEO e Ads. Trabalha a mais de 10 anos com comunicação, design e marketing. Oferece consultoria à diversas empresas e instituições com o objetivo de melhorar seus sites, presença online, entendendo a intenção e comportamento de buscas na internet e como criar os melhores conteúdos e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *